Posts Tagged ‘Joaquin Grau’

Anatheorésis: uma nova e libertadora técnica para ajudar os futuros pais

15/08/2011

Por Carla Machado

Sou astróloga e terapeuta há 16 anos e há 14 anos comecei a estudar psicologia perinatal. Posso dizer que como astróloga o tema do nascimento sempre me interessou, pois o mapa astral natal, ou apenas carta natal, é tirado com os dados do instante do nascimento, o que por si só já indica a importância do início da vida como sendo um momento determinante do futuro daquele indivíduo.

Como aquariana sempre tive muita sede de dividir com o mundo tudo o que aprendo. E ao constatar a importância destes tenros momentos, comecei a trabalhar com educação prenatal, para tentar ajudar as novas famílias a não caírem nas armadilhas do sistema, que enquadra as mulheres, tão poderosas que são ao dar à luz, no pequeno pacote das rotinas médicas, que vão desde um pré-natal desempoderador até ao nascimento hospitalar, que na maioria dos casos, infelizmente, no Brasil, acaba em cesariana.

A  informação adequada, na hora certa, pode fazer muito pela vida das novas crianças que encarnam. Mas em muitos casos só a informação não basta, pois as pessoas não conseguem reverter o quadro e dar aos seus filhos o que eles proprios, pais, não receberam. É preciso algo mais forte e libertador que os ajudem a liberar a energia que ficou presa do seu proprio nascimento, gestação, concepção e primeiros anos de vida.

Eu própria me trabalhei muito com o estados alterados de consciência obtidos através de respiração, geralmente em grupo (Respiração Holotrópica). Essas vivências me ajudaram muito e pude ter os meus proprios filhos de modo natural, com amamentação exclusiva e cuidados integrais de mãe. Creio que não teria conseguido isso sem a ajuda das vivências. Cheguei a iniciar a formação em R.H. porém demandava muito tempo e dinheiro, além da dificuldade de montar os grupos.

Então encontrei uma técnica que pode ser utilizada individualmente em consultório na medida e no tempo de cada paciente. Esta técnica se chama Anathéoresis e foi desenvolvida há mais de 30 anos por um espanhol chamado Joaquin Grau (www.grau-anatheoresis.com).

O termo Anathéoresis significa etimologicamente: olhar para trás contemplando o passado,exumá-lo e  trazê-lo ao presente, compreendendo-o. Em anatheoresis se trabalha com a indução a um estado de frequencia cerebral de 4 Hz por segundo, frequencia esta predominante na infância e durante a fase de sono REM. Nesta indução, chamada de IERA (Indução ao Estado Regressivo Anatheorético), a pessoa fica plenamente consciente e pode então Visualizar, Vivenciar e Transformar. Assim, ocorre uma sincronização dos hemisférios cerebrais (esquerdo/lógico x direito/intuitivo) e as ações da pessoa passam a ter maior eficácia pois não ocorrem mais os auto-boicotes inconscientes, que são na verdade, uma tentativa do hemisfério direito, que nunca tem vez, se manifestar.

Dentro da educação pré-natal isto é ouro, pois ajuda os pais e educadores a não imprimirem sobre os seus filhos e alunos as suas experências negativas não elaboradas, pois a tendência natural é a de repetirmos tudo aquilo de que não temos consciência.

No Brasil, a Anatheoresis é ainda pouco conhecida e divulgada. Há, até a presente data, apenas 4 pessoas com esta formação, duas no Rio, uma em SP e outra que atualmente vive em Portugal. Eu fiz o módulo de formação em Madrid em Maio de 2011 e desde então tenho trabalhado no eixo Rio-SP com alguns pacientes esta técnica, e aprendido bastante. Eu mesma me submeti a 2 sessões enquanto estive na Espanha que, posso dizer, foram liberadoras e transformadoras para mim. Conforme prossigo com os atendimentos, vejo sensível melhora em alguns pacientes, proporcional à entrega  e abertura que fazem a esta nova possibilidade, a esse mergulho em si mesmo. Sinto que irão sair do “outro lado” mais inteiros e donos de seu próprio destino.

No proximo módulo da formação da ANEP teremos uma vivência com duas terapeutas da DEP (Dinâmica Energética do Psiquismo) que irão trabalhar conosco alguns destes aspectos e no domingo eu falarei mais sobre Anathéoresis. Vamos nessa, pessoal!

Anúncios