Archive for the ‘concepção consciente’ Category

O 3º Módulo da Formação da ANEP Brasil – Corporificando a Consciência

30/08/2011

Por Carla Machado

Difícil expressar em palavras uma vivência. Ainda mais algo tão tocante, singelo e profundo. Cleusa e Eliana trouxeram para o grupo uma experiência transcendente, e ao mesmo tempo, ancoradora. Trabalhamos muito o corpo, desde o início de nossa “corporificação”, ou seja, quando o nosso espírito fundiu-se à matéria, na concepção. Cleusa conduziu uma viagem belíssima para a origem da nossa caminhada, e fomos longe, muito longe. E aos pouquinhos fomos chegando na Terra, na nossa família, resgatando a nossa missão no mundo, o propósito desta experiência de estarmos vivos. Como no texto que elas exibiram numa inspiradora apresentação para o grupo:

“Quando você convida uma Alma para entrar em sua vida, ao conceber um bebê, está assumindo uma responsabilidade sagrada de amar e nutrir um impulso divino se manifestando sob a forma de humanidade.” Deepak Chopra

Foram ricas experiências corporais, caminhando, soltando o corpo, encontrando o nosso lugar interno, nossa presença no aqui e agora, e encontrando-nos também com o outro, momento mais que mágico! Eliana ensinou o grupo a criar um “campo” de energia para trabalharmos como profissionais do nascimento, de como a doula ou parteira pode e deve aprender a criar esta atmosfera, não importando qual o cenário.

Eu trouxe também para o grupo um conto que falava da necessidade de nos acolhermos para podermos acolher o outro, e vivemos a mandala da ANEP, que é um óvulo solar recebendo o espermatozóide com consciência, e criando nova vida, novas possibilidades de criar e recriar o mundo em que vivemos. Tudo foi sendo retratado em desenhos, e compartilhado no grupo. Saímos de lá cheios de energia e vontade de atuar no mundo.

Nossa gratidão a todos que participaram desta belíssima jornada!

E vamos rumo ao próximo módulo, dias 28, 29 e 30 de Outubro, com a médica Antroposófica Dra.Ana Paula Cury, que falará sobre Sexualidade e Espiritualidade – como atuar na educação dos jovens e adolescentes. Imperdível, programem-se!

Anúncios

Os melhores momentos do módulo Concepção Consciente!

27/05/2011

Post, fotos e artes por Bia Fioretti

 Nos dias 13, 14 e 15 de maio, foi o segundo módulo da formação em Educação Pré-Natal da ANEP – Brasil, na Casa Ângela, em São Paulo, essa edição tivemos a presença da Laura Uplinger, Carla Machado e a Dra. Eleanor Luzes.

Laura Uplinger é educadora no campo de consciência pré-concepção, pré-natal e perinatal e nos trouxe muitos conceitos:

 • “Existe em nós a memória do ser de como fomos concebidos”. 

Depois ela propôs que todas sugerissem características da importância da Concepção Consciente e o grupo chegou a essa definição:  “porque a gente gostaria de dar ao mundo, um ser amoroso, solidário inteligente, espontâneo, pacifico, justo, forte e generoso, um ser belo”.

• Dra Eleanor M. Luzes trouxe uma questão interessantíssima que é o grande tabu da sociedade é falar sobre concepção, até na arte o tema é pouco explorado

A Carla Machado iniciou o Sábado com uma vivência prática com o tema o “ O masculino e feminino dois pólos, a eletricidade e a luz”. Qualquer ser biológico tem um pai e uma mãe, pra surgir a inteligência cósmica houve o masculino e feminino.

Depois disso cada uma das participantes do grupo partilhou experiências muito ricas.

• A Luciana Herrero, Aninhare falou do seu projeto com a amamentação “Por trás de um bebê está uma mãe, por trás de uma mãe está um pai e de um pai um ambiente… a gente acompanha a amamentação da mãe e o pai também aprende” 

 A  Laura  continuou:

• “Quando a mulher está gestando ela esta dando uma qualidade pra cada um dos tecidos pra cada um dos órgãos do bebê.”

• A barreira placentária não existe para proteger o bebe da mãe, as emoções da mãe atravessam a placenta, e tudo que chega ao bebe chega amplificado, o que seria uma xícara de café para mãe vira uma dose enorme para o bebê.

• A mãe deve dedicar todos os momentos de ouro pra criança, ao invés de ficar zangada por 3 dias, ela sugere que resuma esse estado pra apenas 3 horas, ou se conseguir reduza por 3 minutos, assim o bebê não será vitimas de nossos estados internos e não sofrerá com isso.

“A vida trabalha dentro da gestante,

o corpo humano não faz a vida, ele é feito para abrigar a vida.

A vida é um milagre que não temos o poder de dár-lo.

O que a mãe faz é uma entrega para receber a vida

é uma oferenda de 2 corpos que estarão unidos”.

Maio, mês de celebração do feminino

13/05/2011

O mês de maio foi repleto de eventos e esperança para o movimento da humanização do parto e do nascimento no Brasil.

O mês começou com Ana Maria Braga, em seu programa de grande audiência na Rede Globo, trazendo o tema do parto humanizado, com sua filha Mariana e a parteira Priscila Colacciopo e a doula Marcelly Ribeiro, que participaram do nascimento de Joana, sua netinha, em um belo parto domiciliar.

No dia 5 de maio, dia da parteira, várias marchas de parteira aconteceram no Brasil, entre elas a de Brasília, organizada pela parteira e ativista Paloma Terra. Bia Fioretti, idealizadora do projeto Mães da Pátria, relata como foi evento em um post com imagens emocionantes. E o Blog Parto no Brasil compartilhou o belo texto da parteira tradicional pernambucana Suely Carvalho, vale a leitura!

Além do dia da parteira, maio também é o mês das mães e das doulas – nosso carinho a todas elas! E um mês tão permeado pelo feminino não podia deixar de ser também o mês em que se celebra no mundo a Segunda Vermelha, cuja ação no Brasil rendeu uma pequena matéria na Folha de São Paulo, o que nos deixa muito felizes, afinal um assunto considerado tabu atingir um grande meio de comunicação é um grande passo. Parabéns às organizadoras da ação!

Eventos totalmente desvinculados desencadearam, também nesse mês de maio, dois grandes movimentos de mães a favor – ou contra os que descriminam – a amamentação: uma mãe foi proibida de amamentar seu bebê nas instalações do Itaú Cultural, em São Paulo, e a Mamífera Kalu Brum teve uma foto sua amamentando removida do facebook, sob a alegação de que violava os termos de uso da rede social. Conclusão: na onda do “Mamaço” sendo organizado por ativistas e mães na Avenida Paulista, em frente ao Itaú Cultural, centenas de mães pelo Brasil afora postaram em seus perfis do Facebook fotos pessoais, amamentando seus bebês de todas as idades, realizando o que acabou sendo denominado de “mamaço virtual”. Lindo de se ver.

Bia Fioretti fala sobre o evento no Itaú Cultural aqui, que acabou por receber o apoio da entidade, que cedeu suas instalações para a ação, se redimindo e assim dando um belo exemplo de responsabilidade social. O Blog Mamíferas compilou aqui a grande repercussão que o evento teve na grande imprensa e mídias sociais.

Por fim, como já divulgado, hoje começou o 2o. módulo da formação em educação pré-natal da ANEP Brasil, com Laura Uplinger, Carla Machado e a Dra. Eleanor Luzes tratando do tema Concepção Consciente, na Casa Angela, em São Paulo. A quem tiver interesse informamos que ainda dá tempo de se inscrever, pois o evento acontecerá até domingo e promete ser incrível. 

Ufa! Tanta coisa boa acontecendo pra mostrar a todos nós que, sim, podemos ter esperança em um futuro melhor!

Começa nessa 6a. feira!

09/05/2011

Últimos dias para inscrição no 2o. módulo da formação em educação pré-natal da ANEP Brasil. O tema será CONCEPÇÃO CONSCIENTE, imperdível!

ANEP Brasil: 1 ano de vida!

30/04/2011

Por Carla Machado

* Expectation, ilustração de Slavka Kolesar

Hoje é dia de comemorar! Nossa ONG completa 1 aninho de existência formal, um ano de muito trabalho e de muita esperança de trazer mais amor para este mundo sedento! Parabéns A TODAS NÓS!!

Aproveitamos para reiterar o convite para o próximo módulo da Formação, lembrando que agora é que vamos entrar em cada tema e detalhar o que foi trazido como um grande resumo no primeiro módulo. Quero apresentar a vocês com mais cuidado a nossa proposta para este módulo, esperando que todas que vieram no primeiro módulo possam estar de novo conosco e que outras que não puderam vir, possam engrossar o côro da educação prenatal por esse Brasilzão afora!

Este segundo módulo é sobre Concepção Consciente e agora é que vamos detalhar mesmo o assunto: no primeiro, a Dra. Eleanor Madruga Luzes deu uma visão geral de todos os momentos que englobam o início da vida: concepção, gestação, parto, aleitamento e 3 primeiros anos.

Teremos novamente a Dra. Eleanor, dessa vez falando mais detalhadamente sobre Concepção, na 6ª feira, 13/5.

Nos dias que seguem, teremos Laura Uplinger, psicóloga formada em Sorbonne, palestrante internacional de psicologia pré e perinatal, uma das primeiras pessoas do mundo a trazer o tema da Concepção Consciente nos congressos de humanização do nascimento, e uma pessoa de muita inspiração. Ela foi diretora da APPPAH (Association for pre and perinatal psychology and health) por 10 anos, sendo que foi a organizadora do Congresso de 2007, em Los Angeles “Birth and the Human Family”.

Eu darei uma vivência relativa à concepção consciente que pode depois ser reproduzida nos grupos que vocês coordenam e praticam, é bem singela e bonita!

A formação da ANEP tem por objetivo ampliar o foco da educação pré natal para o publico jovem, antes de conceber, para que possamos ajudá-los na escolha do momento certo para iniciar o processo de maternidade/paternidade, ajudando não só a diminuir os índices de gravidez adolescente e prevenir contra futuras doenças e neuroses (hoje já se sabe que a maioria das doenças são programadas intra-útero), como também, ao bem receber as novas vidas, estas sejam capazes para a fraternidade!

Com muita alegria e carinho,

Carla Machado

2o. módulo da formação em educação pré-natal – desconto prorrogado até dia 29/4!

26/04/2011

Em função do feriado de Páscoa, estamos prorrogando o desconto de 20/04 para 29/04, na inscrição para o módulo de maio da Formação em Educacão Pré natal da ANEP Brasil: CONCEPÇÃO CONSCIENTE. Este encontro vai ser muito especial, pois além da presença inspiradora da Laura Uplinger, palestrante internacional de psicologia pré natal, uma das primeiras pessoas a falar sobre a importância da concepção consciente, para uma vida mais consciente e até para uma passagem de volta (morte) também consciente, teremos novamente a Dra. Eleanor Luzes, que escreveu o tratadoCiência do Início da Vida, dessa vez abordando especificamente o tema da concepção. Na Casa Angela, em SP, de 13/5, 6ª feira, 14h até domingo, 15/05, também 14h.

O que é a educação pré-natal

15/04/2011

Ceila Santos, do Blog Desabafo de Mãe, entrevista Carla Machado, presidente da ANEP Brasil, para esclarecer do que se trata “educação pré-natal”.

Confiram:

Em tempo: lembramos mais uma vez que em maio acontecerá o 2o. módulo da nossa formação, cujo tema será concepção consciente, com a psicóloga e educadora pré-natal Laura Uplinger. Inscrições até 20 de abril com desconto.

Estão abertas as inscrições para o 2o. módulo da formação em educação pré-natal da ANEP Brasil – maio/2011

11/04/2011


Maiores detalhes podem ser obtidos aqui, e a inscrição deve ser feita através do preenchimento desse formulário.

1o. módulo da formação em educação pré-natal

21/02/2011

Quem nos conhece e nos acompanha deve imaginar a grande realização que foi para nós esse primeiro evento, que deu início à formação em educação pré-natal que estamos promovendo.

No último final de semana (dias 18, 19 e 20 de fevereiro) estivemos reunidas em torno do nosso ideal, que é o de disseminar boas informações, trocar idéias e reflexões e compartilhar experiências, coletivas e individuais, para que nos tornemos cada vez mais capazes de levar adiante o projeto de despertar a humanidade para um conhecimento que, embora na verdade esteja dentro de cada um de nós,  precisa ser acessado para que nos dediquemos de corpo e alma, saudáveis e íntegros, ao mais importante projeto de uma vida: conceber, gestar, parir e criar um novo ser.

São tantas pessoas a agradecer por essa realização, que não caberia num post.

Primeiramente, é preciso citar a dedicada equipe que administra a ANEP Brasil, que doa seu tempo e também recursos financeiros à causa, liderada pela Carla Machado, uma alma iluminada. E também nossas famílias, que nos apoiam e apoiam a ANEP, seja direta ou indiretamente. Gratidão!

Agradecemos também às demais associadas da ANEP que se encontram Brasil afora, sem as quais não seria possível seguir em frente. Ainda que muitas não estivessem presentes no evento, foi sua demanda que nos impulsionou a esse ambicioso projeto, que é o de oferecer uma formação.

À Dra. Eleanor Luzes, que com a Ciência do Início da Vida nos brindou com informações científicas preciosas e questionamentos contundentes, que mexem com a gente e nos levam a um estado de reflexão profundo.

À Claudia Vivacqua que trouxe para o evento uma bela vivência antroposófica, a construção da boneca estrela, que encantou todos que participaram.

À Laura Uplinger que, embora não presente fisicamente dessa vez, certamente está sempre conosco de alma, nos inspirando e apoiando.

À Comunidade Monte Azul e a carinhosa equipe da Casa Angela, que nos cederam um belíssimo espaço, nos alimentaram como rainhas e nos receberam de braços abertos.

E, claro, a todas as presentes ao evento, que confiaram na proposta de uma entidade nova, algumas vindas de longe e com sacrifício, e sem as quais nada disso teria sido possível. Esperamos, de coração, que a participação no evento enriqueça suas práticas profissionais e suas vidas.

















A jornalista Ceila Santos (Desabafo de Mãe e Grupo Cria) entrevistou a Dra. Eleanor Luzes durante no evento, o resultado está aqui:

Encerramos com uma pequena reflexão, um pensamento do mestre Aïvanhov, que tem tu-do a ver com a nossa missão:
“Pedagogo… eis a melhor das profissões! Evidentemente, não é esta a opinião de toda a gente: ser advogado, engenheiro, médico, banqueiro, isso sim, vale a pena. Ao passo que ocupar-se de crianças não é muito prestigioso. Mas é precisamente essa a mais importante das profissões, a que tem maiores consequências para o futuro de um país. Educar crianças, quer se seja educador infantil, professor ou pai, é uma grande responsabilidade! É um trabalho divino. Por isso, virá um dia em que será forçoso dar à psicologia e à pedagogia, que ainda são subestimadas, a maior importância. E esse dia está a aproximar-se. Começa-se a andar, cada vez mais, à volta destes temas: o ser humano, a sua vida psíquica, a sua educação. Estudai bem a história da humanidade e compreendereis que, na sociedade, na vida nacional e internacional, não se encontrará soluções para os problemas enquanto não se tiver posto a psicologia e a pedagogia em primeiro lugar.”

***

Para mais informações sobre a formação e os próximos módulos, acesse aqui. E para novidades nos siga no twitter: anep_brasil e acesse nosso perfil no facebook: Anep Brasil.

A Natividade em cada lar

11/12/2010

Por Carla Machado

O evento do nascimento do menino Jesus, que em breve celebraremos em nossos lares como o Natal, guarda mistérios ainda por desvendar que podem mostrar novas facetas deste maravilhoso presente que a humanidade recebeu.

A começar por uma concepção pelo amor verdadeiro , que é o Espirito Santo. Este amor com que Jesus foi concebido, pode ser um exemplo para todos os futuros pais. Ele se traduz em um convite a uma alma vindoura, onde se abre caminho para a entrada do novo ser através de uma concepção consciente, e cria-se espaço interior e familiar para recebê-lo. Assim, se sacraliza a vida desde o seu início, ampliando as possibilidades para o surgimento da fraternidade na Terra.

O arcanjo Gabriel, ao anunciar à Maria a vinda do filho de Deus, demonstrou a importância da consciência desde o início da gestação. Cada pequeno gesto, nessa fase da vida, se converte em milagre. Na gestação, o poder da imaginação da mãe sobre a formação do corpo físico e da personalidade do bebê em seu ventre é total. Cabe a ela ocupar-se de gestá-lo, preenchendo-o com as melhores qualidades, imantando o ser que se forma de virtude, de saúde e de beleza. Para que isso possa acontecer, cabe a nós também, que estamos ao seu redor, e a toda a sociedade, proporcionar à mulher gestante um espaço de paz e tranqüilidade, respeitando as suas escolhas e fornecendo a ela os meios para que se nutra, não apenas de bons alimentos, mas de sabedoria, harmonia e amor. Assim todos nós ajudaremos a fornecer os ingredientes que prepararão o futuro da humanidade, pois é com a qualidade com que são gestados que os novos seres se manifestarão ao longo de toda a sua vida.

O nascimento é também primordial e sobre ele temos o belo exemplo da Natividade a nos inspirar. Maria deu à luz na penumbra, num ambiente cheio de calor anímico, representado no presépio pelos animais. A criança recebeu respeito e veneração, como bem traduziram as visitas dos pastores e dos Reis Magos. Com o mínimo de interferência e o máximo de reverência. É assim que podemos crescer em sabedoria ponderando sobre o nascimento Divino e ousando acolher como sagrada cada vida que encarna no nosso planeta.

A vida, sagradamente recebida, reflete de volta esse princípio e, ao olharmos nos olhos de nossos recém-nascidos, enxergaremos o brilho da estrela de Belém. Eles então nos ensinarão o que é a verdadeira fraternidade.

(artigo publicado na Revista Nós da Escola Waldorf Rudolf Steiner, dezembro/2010)