Florais na Maternidade: Maternagem (parte 4)

Por Carla Machado

Amamentação

Felizmente a amamentação nós conseguimos, de certa forma, resgatar. Já vivíamos uma situação aqui no Brasil das mães saírem da maternidade com uma lata de leite Ninho debaixo do braço pra ajudar as ações da Nestlè a subir e nossas crianças a adoecer. Agora, na medida em que os seios siliconados aguentam, vamos seguindo mais conscientes da importância deste ato de amamentar. O leite é a cola que une a humanidade, um ser amamentado recebe melhor o amor e é mais capaz de doar-se.

Além disso, semelhante ao que ocorre no primeiro trimestre, durante a amamentação também há possibilidade de alteração do código genético. Uma amamentação adequada, com atenção e consciência pode ajudar a reprogramar o código genético da criança, ajudando-a a selecionar os melhores genes de seu ADN.

Nessa fase muitas mães vivem um período depressivo, devido à brusca queda hormonal que ocorre em seu organismo e também à conexão com a vulnerabilidade do bebê que as lembra da própria fragilidade.

  • Depressão Pós Parto: Bálsamo (Filhas de Gaia), Gorse e Gentian (Bach)
  • Amamentação: Mãe Loba (FG) e Mariposa Lily (FES)
  • Saudades da barriga: Honeysuckle (Bach)

Amor Incondicional

Dizem que o amor mais incondicional que existe é o da mãe pelo filho, mas de fato, o maior e mais incondicional amor de todos é o de um filho pela mãe. Um amor que ainda não sofreu nenhuma decepção, um amor puro e sem julgamento. O bebê aguarda, silenciosamente e com confiança, que façamos dele a melhor obra de nossas vidas!

“Não amei ninguém em minha vida como minha mãe, tão sem reservas e apaixonadamente; ninguém mais venerei e admirei, era para mim o sol e a lua.” Herman Hesse

Presença plena

  • Encarnação e bem estar geral do bebê: Baby Roses e Harmonização Infantil (Arco-Íris), Aconchego (Filhas de Gaia), Buquê de Lactentes (Minas)
  • Prematuros / situações de risco: Vôo da Águia (Filhas de Gaia)
  • Limpar o stress do parto: Star of Bethlehem (Bach)
  • Cólicas do recém nascido: Chamomille (FES)
  • Proteção: Angélica e Yarrow (FES)
  • Medos: Mimulus (Bach), Gutagnello (Minas)
  • Ciúmes (para o irmão mais velho): Convivência (Arco-Íris), Coração de Ouro (FG)

O bebê nos convida a uma presença perfeita. Ele está ali, acabando de chegar do céu e nos traz este presente: a possibilidade de nos reconectarmos com o Divino através dos seus olhos. Quando contratamos alguém, a tal enfermeira, para cuidar dele por nós, perdemos essa chance, de vivermos plenamente nesse céu que ele nos oferece. E de calar aquela voz ferida pela inferioridade que diz “você não vai saber cuidar do seu bebê, deixe para um especialista”.

Importante cuidar do bebê respeitando o ser que ele é, explicando o que está sendo feito com ele, não como se o bebê fosse um objeto sobre o qual temos que desempenhar funções e atividades. Por exemplo, quando for vestir-lhe uma camiseta, mostrar antes para ele a camiseta e aguardar que ele “responda” com um gesto de cooperação. Tratar o bebê com respeito, olhando nos olhos dele e estando com ele de verdade, não enxergá-lo como uma lista de tarefas a serem cumpridas. Convide-o a cooperar e em pouco tempo ele responderá positivamente aos cuidados, dando bem menos traballho e demandando menos atenção, pois a atenção que lhe vai sendo dada é de qualidade. Assim ele crescerá sabendo que sua opinião é respeitada e que ele deve tomar parte em tudo que lhe acontece.

De fato, temos pouca ou nenhuma educação a este respeito. Aprendemos muito sobre tantas coisas menos importantes, mas quase nada disso nos é ensinado formalmente. Esta tem sido a minha bandeira nos últimos sete anos, desde que tive minha primeira filha, e mais ainda depois que tive meu segundo filho num parto domiciliar maravilhoso que desejo a todas as futuras mamães.

Carla Machado é terapeuta reichiana, astróloga e trabalha com florais desde 1996. Em 1998, quando engravidou da primeira filha, que nasceu numa casa de parto, começou a estudar e atuar como voluntária na conscientização do processo de maternidade. De lá para cá participou de vários congressos no Brasil e no exterior ligados ao tema e teve seu 2o filho em casa, com uma parteira, e utilizando essências florais.

Anúncios

Tags:

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: